sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Ás vezes é preciso ir

Foto: Paulo Ricardo

Ás vezes é preciso ir.

E para ir é preciso não ter bagagens.
Não estou falando de malas, estou falando de bagagens no peito.
É preciso não ter pedras, nem rancor.
É preciso não deixar assuntos mal resolvidos.
Para ir é preciso coragem.
É preciso deixar o passado no seu lugar...atrás
É preciso força
É preciso reconhecer os erros e fazer tudo novo...de novo, de novo e de novo.
Quantas vezes preciso for.
Para ir é preciso caminhar.

4 comentários:

  1. O verbo ir é muito mais que a ação em si, né?
    É preciso carregar tanta coisa na bagagem da alma, que nem sei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Nana...obrigada pela visita...bjs

      Excluir
  2. 'estou falando de bagagens no peito'
    Que entrega bonita no texto, Tally.
    Siga leve, que a leveza é o que nos permite seguir a vida.



    P.S: Te indiquei num tag lá no blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Magda...já respondi o Meme, mas não vi meu na sindicações não rsrs

      Excluir

Toque uma nota.